• Orc'estra Gamificação

O que são os Tipos de Player? E de qual tipo você é?

Atualizado: Jun 13

Em uma gamificação é muito importante saber com quem se está lidando, para que seja possível construir um cenário que encante e motive o público alvo. No entanto, não é fácil generalizar as características e gostos das pessoas. Diversos estudos foram realizados para superar essa adversidade, e um dos resultados encontrados foram os Tipos de Player.


Richard Bartle, escritor e professor da Universidade de Essex, realizou um estudo a respeito de desenvolvimento e design de jogos, assim como a personalidade dos jogadores de jogos MMO (Massive Multiplayer Online ou Multijogadores Massivos Online, na tradução literal).


Baseado na preferência de jogo, ele classificou os jogadores em 4 tipos.


Os 4 Tipos de Player de Bartle

Tipos de Player de Bartle

Killers, Socializers, Explorers e Achievers. Esses foram os 4 tipos principais de player que Bartle identificou em suas pesquisas e eles podem ser definidos da seguinte forma:


Killers

Esses players vivem pelos elementos competitivos do jogo. Eles são chamados de "Clubs" (Paus) porque gostam de "levar a competição". Eles adoram a oportunidade de competir (e vencer) com os outros jogadores. Não importa se serão tóxicos ou se quebrarão regras, para eles o objetivo é ser o vencedor.


Socializers

São indivíduos atraídos pelos aspectos sociais de um jogo, e não pela estratégia em si. Eles são os "Hearts" (Copas) do mundo dos jogos, porque se divertem mais ao interagir com os outros jogadores. Para eles, isso serve como o veículo social que permite se envolverem com outros e construírem relacionamentos interessantes.


Explorers

Players que buscam a emoção da descoberta, aprender sobre algo novo ou desconhecido. Referidos como "Espadas", porque tendem a cavar e descobrir coisas, os exploradores sentem uma onda de excitação quando descobrem um artefato raro ou um caminho secreto.


Achievers

Players que se concentram em obter algum nível de sucesso, medido por pontos, prêmios, bens materiais ou outros critérios de avaliação. Conhecidos como os "Diamantes", eles se esforçam para ganhar recompensas, reconhecimento e prestígio.


Os Tipos de Player de Bartle são definidos a partir de 30 perguntas aleatórias que identificam características associadas aos players definidos. O Teste de Bartle pode ser feito online no link disponibilizado, assim você pode saber qual Player você é de acordo com essa teoria.


No entanto essa pesquisa foi voltada para o universo de multi-user dungeons, ou jogos “MUDS”, o que tornava a classificação limitada para ambientes externos e outros tipos de jogo.


Olhando por outro ângulo, mais voltado para Gamificação


Andrzej Marczewki começa sua pesquisa alguns passos atrás do conceito estudado e define seus players inicialmente como os que estão dispostos a jogar e os que não estão.


A diferença entre esses dois players é a forma de motivação que melhor influencia cada um. Os dispostos a jogar são extrinsecamente motivados, enquanto os não dispostos são motivados de forma intrínseca.


Para entender melhor os tipos de motivação leia nosso texto "Como a gamificação pode tornar o aprendizado mais eficaz?" que lá comentamos melhor sobre isso.


E como resultado de seus estudos, Andrzej chegou ao Framework HEXAD que divide os players em 6 tipos: Players, Achievers, Socialisers, Free Spirits, Philanthropists e Disruptors.


O Framework HEXAD


O HEXAD é representado pelo hexágono ao lado, como o nome sugere. Nele é possível ver os 6 tipos de players e a motivação principal de cada um deles.


Os 4 player motivados intrinsecamente seguem a Teoria de Ramp (teoria da autodeterminação RAMP) e suas motivações seguem a seguinte relação:

  • Achiever - Maestria (Mastery)

  • Socialiser - Relação (Relatedness)

  • Free Spirit - Autonomia (Autonomy)

  • Philanthropist - Propósito (Puporse)


Os outros 2 tipos, motivados de forma extrínseca, são motivados por recompensas (Player) e pelo desejo de mudar o sistema (Disruptor).


Os 6 podem ser explicados da seguinte forma:


Players

Eles fazem de tudo para ganhar algo do sistema, independente do tipo de atividade, gostam de realizar conquistas e de ter seus nomes no quadro de liderança.


Achievers

Eles procuram progredir dentro de um sistema concluindo tarefas ou provando-se ao enfrentar desafios difíceis. Eles querem ser os melhores no conhecimento interno do sistema, no entanto, sem se preocupar em mostrar isso para todos (o que os diferem da concepção de Achiever de Bartle).


Socialisers

Eles querem interagir com outros e criar conexões sociais. Estão interessados nas partes do sistema que permitem que eles façam isso, e promovem e divulgam os eventos internos do ambiente.


Free Spirits

Eles gostam de criar e explorar o sistema no qual estão inseridos, ou seja, querem ter liberdade para se expressar e agir, sem um controle externo. Não querem ser restringidos sobre como vivem suas jornadas pessoais.


Philanthropists

Eles são altruístas e anseiam por ajudar, sem expectativa de uma recompensa. Sentem que são parte de algo maior e querem retribuir por isso. Eles se dedicam à "causa", porque gostam de contribuir.


Disruptors

São motivados pelo desencadeamento de mudanças. Eles tendem a perturbar o sistema diretamente ou através de outros para forçar mudanças negativas ou positivas. Eles gostam de testar os limites do sistema e tentam chegar além.


Você deve estar imaginando o quão difícil é fazer um sistema gamificado que atinja a todos tipos de player, visto que eles são tão diferentes, e de fato é muito difícil. Porém, ao analisar o público alvo é possível focar a gamificação para um tipo de player principal e complementar com técnicas que satisfaçam os outros tipos.


Assim como a pesquisa de Bartle, também é possível realizar um teste para ver sua definição de Player de acordo com o HEXAD, o que ajuda muito na análise para o sistema. O Teste de Andrzej pode ser feito no link disponibilizado.


Uma visão além


E os tipos de player não terminam nessas pesquisas citadas até agora. Apesar do HEXAD se um dos principais (se não o principal) frameworks utilizados para isso, Andrzej Marczewki foi além, juntou-se com Bartle e expandiu suas pesquisas.


Com a nova perspectiva e seguindo as sugestões de Bartle, Andrzej foi capaz de ilustrar um padrão de relacionamento entre os tipos de players não dispostos a jogar, que agora eram o foco dos estudos.


Entretanto, nem todos usuários se encaixam nos 4 tipos motivados intrinsecamente. O player do tipo Player, apesar de ver motivações nos valores internos, tem maior desempenho por conta das recompensas externas.


Para criar um visão mais completa, 4 novos tipos de players foram criados a partir da junção dos players não dispostos e as possíveis "recompensas" extrínsecas que eles poderiam receber. Networkers, Exploiters, Consumers, e Self Seekers.


Dessa forma surgiram os 8 novos tipos de player.


Os 8 novos tipos


Para uma melhor visualização dos perfis criados em suas pesquisas, Andrzej os dividiu em 2 grupos, os com base intrínseca e os com base extrínseca, e que resultaram em 2 diagramas baseados em como eles interagiam com o sistema e com os outros usuários.


Base Intrínseca

  • Philanthropists agem sobre os usuários por razões intrínsecas

  • Por exemplo, pessoas que respondem a perguntas em fóruns ou editam textos na Wikipedia.

  • Os Achievers agem no sistema por razões intrínsecas

  • Pessoas que aprendem com o sistema, apenas porque gostam. Aqueles que desejam aperfeiçoar a tarefa, apenas porque querem. Eles também podem ser motivados pelo status como uma representação de suas realizações pessoais.

  • Socialisers interagem com usuários por razões intrínsecas

  • Pessoas que gostam de conversar com outras pessoas e gostam de estar conectadas.

  • Free Spirits interagem com o sistema por razões intrínsecas

  • Aqueles que desejam desfrutar da auto-expressão que um sistema pode oferecer. Eles também podem ser exploradores. Desejam tirar o máximo proveito de um sistema, porque eles se divertem.

Base Extrínseca

  • Self Seekers agem sobre os usuários para obter recompensas extrínsecas

  • Eles responderão perguntas e ajudarão outras pessoas, mas apenas para obter recompensas e status visível do sistema. Quantidade acima qualidade - a menos que a qualidade receba mais recompensas. Eles não estão interessados ​​no aspecto social dos usuários.

  • Consumers agem no sistema de recompensas extrínsecas

  • Um consumidor quer usar um sistema que possa lhes dar algo. Um exemplo seria pessoas que usam uma companhia aérea específica por causa do esquema de lealdade.

  • Networkers interagem com usuários para obter recompensas extrínsecas

  • Eles querem conexões sociais, mas para lhes dar algum tipo de status ou recompensa. Um exemplo disso são pessoas que se conectam e tweetam etc. apenas para obter maiores pontuações no Klout.

  • Exploiters interagem com o sistema de recompensas extrínsecas

  • De natureza semelhante aos Self Seekers, são as pessoas que vão gostar, votar ou retwitar algo várias vezes para ganhar uma recompensa. Ao contrário dos Free Spirits, que buscarão os limites dos recursos de um sistema por diversão, eles provavelmente encontrarão as brechas em suas regras para explorá-las




Andrzej ainda criou um diagrama 3D representando todos 8 tipos. Nota que ele é formado pela junção dos dois diagramas apresentados acima com a adição de um eixo Z que representa as motivações extrínsecas e intrínsecas.




Vale destacar que ao criar um sistema gamificado é importante balancear os tipos de player que ele receberá. Um sistema com muitos players motivados extrinsecamente tende a falir, pois os usuários irão consumir muito e contribuir pouco.


Logo, apesar de existir toda pesquisa para os 8 tipos, o melhor a se fazer é basear-se nos 4 tipos intrínsecos e criar sua gamificação em cima deles e, depois que ela estiver concluída, adicionar recompensas extrínsecas para agradar a todo público alvo.


Para saber mais sobre gamificação e seus benefícios fique a vontade para ler nosso post "O que é gamificação e como ela pode mudar a sua vida", para navegar pelo blog, nos seguir nas redes sociais (Linkedin, Instagram e Facebook), ouvir nosso podcast ou entrar em contato conosco! Nosso portfólio está aberto para caso queira ver exemplos práticos dessa incrível Framework.

174 visualizações

© 2020 por Orc'estra Gamificação. Todos os direitos reservados.

  • iconeFace
  • iconeInsta
  • iconeLinkedin
  • iconEmail
iconeUnB.png