• Orc'estra Gamificação

O Guia Rápido da Gamificação

Atualizado: Mar 28




Está precisando aumentar a motivação e engajamento da sua equipe? Leu sobre Gamificação e está pensando em aplicar?

Então está no lugar certo. Nesse post vamos explicar os pontos mais importantes para se ter uma gamificação funcional.

1. O Problema



A primeira coisa importante a saber é o motivo de estar fazendo uma gamificação. A gamificação não é feita só por fazer, mas sim para resolver um problema. Por que a sua equipe não está motivada e engajada em uma atividade?

É muito importante que se encontre a causa raiz do problema. Será que os funcionários não gostam de fazer uma atividade pelo simples fato de ser chata?


Para se entender o problema é muito importante que o responsável pela gamificação saiba o máximo possível e entenda diferentes pontos de vista. Entrevistas, imersões e visitas constantes ao ambiente em questão são formas excelentes de se aprofundar no problema.


Após coletar todos esses dados é muito importante que haja também uma reflexão sobre todos os pontos levantados, entender como eles se conectam, quais tem maior e menor impacto para que assim se tenha um plano de ação mais claro a ser seguido.


Por exemplo, na diretoria de negócios de determinada empresa, notou-se o baixo rendimento dos funcionários em prospectar clientes.


Inicialmente se achou que os funcionários não estavam efetuando a quantidade devida de ligações, mas ao passar alguns dias no ambiente de trabalho, foi visto que os funcionários efetuavam as ligações, porém a taxa de conversão de uma ligação para um cliente era baixíssima.


Talvez o problema não estivesse mais na falta de empenho da equipe, mas sim na forma em que a comunicação era feita.



2. Os Jogadores

Agora que você já possui um bom entendimento do contexto e das diversas variáveis que impactam o ambiente, é necessário entender as pessoas que estão nesse meio.


Afinal, a gamificação é para elas. É muito importante saber como as pessoas vão interagir no decorrer do processo, cada pessoa reage de modo diferente a cada estímulo.


Existem pessoas que gostam muito de receber prêmios, enquanto outras não ligam muito, algumas gostam muito de estar participando como personagens de uma história, já outros acham bem chato. Então, assim como um astro precisa conhecer seu público, você precisa conhecer seus jogadores.


Faça mais entrevistas, mas agora com o intuito de conhecer as pessoas, não mais o problema. Faça alguns testes, veja como reagem a alguns tipos diferentes de jogos.


Uma pessoa que gosta muito de Detetive por exemplo, deve gostar da sensação de estar descobrindo um mistério, enquanto uma pessoa que gosta muito de Banco Imobiliário, deve gostar de ganhar muitos pontos no decorrer do jogo.



3. O mundo da Gamificação


Cansou de ficar pesquisando e tentando entender o contexto e as pessoas? Quer botar a mão na massa? A hora é agora! Agora você já sabe que tipo de estímulos podem motivar ou desmotivar seus jogadores e já sabe os pontos positivos e negativos das atividades que são feitas atualmente. Então já existe um entendimento bem maior do que atacar para tornar esses processos menos chatos e desgastantes.


Então está na hora de ser criativo, como você pode tornar essa experiência fantástica? Por que não escolher um tema a ser seguido? Por que não contar uma história? Se seus funcionários são essenciais para que as atividades sejam feitas, por que não fazer eles se sentirem heróis? Se sentirem capazes de transformar o ambiente de trabalho.


Por exemplo, sabe-se que um grupo de estudantes está participando de um processo seletivo e que a maioria gostaria de aprender mais sobre empreendedorismo. Uma ideia é escolher temas da cultura pop, já que é um público jovem, e pensar em formas de envolver empreendedorismo nesse tema.


Que tal ensinar sobre gerência de recursos, através da organização e distribuição de alimentos em um contexto pós-apocalíptico.



4. As Atividades



Agora você já tem uma ideia de como quer que a gamificação funcione, mas mais fundo para que a experiência seja a melhor possível.


Veja quais atividades eram feitas antes da gamificação ser aplicada, quais os piores momentos? O que precisa ser retirado?


Em alguns casos, etapas podem ser completamente retiradas, ou novas podem ser colocadas, então não pense só em como melhorar cada uma, mas em como a experiência como um todo pode ser melhorada.

Essa é a hora de pensar nos detalhes. Se um tipo de jogador vai começar a se desmotivar em uma parte, você terá que pensar no que pode trazer ele de volta para cima. Se uma parte do processo não parece ser natural, não parece encaixar com o restante, essa é a hora de mudar e adequá-la.


Se na sua gamificação tiver um sistema de ranking por exemplo, é muito importante pensar não só nas pessoas que estarão motivadas por estarem no topo, mas também nas pessoas que estão no final.


Pense em formas de fazer com que as pessoas no final do rank não fiquem desmotivadas por estarem lá e desistam, mas fiquem motivadas a sair de lá e chegar no topo. Uma forma de resolver esse problema seria dar missões extras para que tenham a possibilidade de subir mais rápido pelo rank.



5. A Jornada



Você já montou a sua gamificação praticamente toda, está na hora de ver como ela está como um todo. Veja se o começo da jornada se encaixa com o final. É hora de sair da visão micro que estava tendo na etapa anterior e voltar a ver o macro.


Teste a gamificação, teste pedaços, teste com outras pessoas, teste no ambiente real. Não se preocupe se não estiver tudo certo a princípio, a gamificação precisa ser orgânica, se algo não deu certo, corrija até que dê certo e teste de novo.


É muito importante que exista essa etapa de validação, sem ela sua gamificação perde toda a credibilidade, até por que se ela não funcionou uma vez e se deixou de lado, pra que serviu todo esse esforço?


Para saber mais sobre gamificação e seus benefícios fique a vontade para navegar pelo blog, nos seguir nas redes sociais (Linkedin, Instagram e Facebook), ouvir nosso podcast

ou entrar em contato conosco!


Autor: Pedro Féo.

171 visualizações

© 2020 por Orc'estra Gamificação. Todos os direitos reservados.

  • iconeFace
  • iconeInsta
  • iconeLinkedin
  • iconEmail
iconeUnB.png